Simulação de secagem em secadores de fluxos mistos - tipo cavaletes (secador cascata ou de cavaletes)



     Este aplicativo "on line" trata-se de um modelo computacional para simular o funcionamento de secadores de fluxos mistos com reaproveitamento de ar, conforme figura ao lado.
     Na formulação do modelo foi considerado que: (1) o fluxo de produto ocorre como uma fila tipo PEPS (primeiro a entrar - primeiro a sair) em que os elementos tratam de quantidades de produto equivalentes a um terço da capacidade estática do secador; e (2) o tempo de permanência e a necessidade de retorno de cada um dos elementos à fila são definidos por um conjunto de equações empíricas. Estas foram implementadas a partir de citações bibliográficas, informações de catálogos de fabricantes e dados de campo correspondes às dimensões dos secadores e dados operacionais. A fila, (figura abaixo) representa o fluxo pelo elevador de abastecimento (EL-01), secador (SC-01) e o elevador de descarga (EL-02).
     Os dados de entrada são: a capacidade horária do secador, a quantidade de produto úmido, o poder calorífico da lenha, os teores de umidade inicial e final e o produto (milho, soja ou trigo).
     Os parâmetros simulados são: tempo de secagem, quantidades de produto movimentadas pelo secador e elevadores, consumo de lenha, quantidade de água evaporada, redimento do secador, consumo de energia calorífica e consumo específico de energia.


ENTRADA DE DADOS
Capacidade horária do secador (t/h)=   Teor de Umidade Inicial (%) =
Produto =   Teor de Umidade Final (%) =
Quantidade de produto (t)=   Teor de Impureza Inicial (%)=
Poder calorífico da lenha (kcal/kg) =   Teor de Impureza Final (%) =
Massa específica da lenha (kg/estéreo) =  

Favor digitar os dados.

Execuções: 24839     Desde: 26.01.2008


Prof. Luís César - Fone: 31 3899 1872      Enviar Mensagem     Postar Comentários   Voltar: Aplicativos - Cálculos Monetários